Deputado Anderson do Singeperon - Sua voz no Parlamento

Deputado Anderson discute soluções para o avanço das obras de pavimentação da Estrada da Penal (RO-005)

Reunião aconteceu na Casa Civil com diversos órgãos e representantes da sociedade civil e empresas envolvidas

Por Assessoria de Comunicação Social dia em Notícias

Deputado Anderson discute soluções para o avanço das obras de pavimentação da Estrada da Penal (RO-005)
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Com o intuito de avançar nas obras de pavimentação da RO-005 (Estrada da Penal), em Porto Velho, o deputado Anderson do Singeperon (Pros) participou na terça-feira (03) de uma reunião na Casa Civil que discutiu soluções para os problemas que impedem a continuação dos trabalhos.

Junto a autoridades do Ministério Público, Secretaria de Estado de Justiça (Sejus), Departamento de Estradas, Rodagens, Infraestrutura e Serviços Públicos (DER-RO), Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), bem como representantes de associações em torno da RO-005, empresas da região (Bertolini e Porto Chuelo) e a responsável pela execução das obras, Anderson buscou entendimento para situações como a envolvendo um bueiro da Penitenciária Milton Soares de Carvalho (Presídio 470), que passa por baixo da Estrada.

“A Sejus precisa desviar o curso dos dejetos para que os trabalhos avancem, sendo que aguardava a liberação da licença ambiental por parte da Sedam. Após as discussões, ficou certo que ainda esta semana os trabalhos serão executados”, revelou o parlamentar.

Outro ponto crítico que tem atrasado as obras de pavimentação são os litígios, a exemplo do caso do Senhor Juca Castanheira, que não aceita o recuo da sua cerca para a passagem do asfalto. “Nessa questão, o DER-RO se comprometeu em conversar com o Sr. Juca para acelerar o processo e buscar o entendimento”, confirmou o deputado.

Com a época de seca e queimadas, Anderson também reforçou a necessidade de Estado e empresas estarem dando o apoio com caminhões pipa para a amenizar a poeira. “As empresas Bertolini e Porto Chuelo afirmam estar dando esse apoio, contudo se queixam de uma falta de atenção do Estado. Para isso, estamos cobrando uma atuação maior nesse sentido para que comunidade e servidores penitenciários não saiam prejudicados”, ressaltou.

Desde o início das obras, em agosto de 2017, o deputado Anderson e uma Comissão de Moradores e Associações acompanham o andamento dos trabalhos, fiscalizando e cobrando das autoridades a correta consecução dos serviços de asfaltamento.

Assessoria
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário aqui: