Deputado Anderson do Singeperon - Sua voz no Parlamento

Comissão de Defesa da Criança e do Adolescente discute pontos levantados durante a Fenacria

Parlamentares destacaram importância da interação entre todos os Estados para troca de projetos

Por Assessoria de Comunicação Social dia em Notícias

Comissão de Defesa da Criança e do Adolescente discute pontos levantados durante a Fenacria
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Em reunião na tarde desta terça-feira (3), no Plenarinho da Assembleia Legislativa, a Comissão de Defesa da Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (Cdcami), presidida pelo deputado Airton Gurgacz (PDT), ouviu relatório dos participantes da Frente Parlamentar Interestadual de Mobilização Nacional Pró-Criança e Adolescente (Fenacria), realizada em Campo Grande (MS).

O deputado Anderson do Singeperon (PV) informou que os debates versaram sobre a importância do fortalecimento dos Conselhos da Criança e Adolescente em todos os Estados. O parlamentar também destacou a aprovação da lei do cadastro de pedófilos em outras regiões, o que também está ocorrendo em Rondônia.

Anderson destacou projeto que visa educar com disciplina (exemplo da criança que sujar uma parede terá de limpar), dando autoridade e autonomia ao professor, como outra sugestão debatida em reuniões da Fenacria.

Outras demandas discutidas foram a realização de audiências públicas para debater as questões pertinentes as causas da criança; incentivar municípios para que encaminhem leis complementares sobre o tema; maior interação entre os parlamentares, efetivando uma troca de projetos entre os estados, entre outros.

O deputado Só na Bença (PMDB) parabenizou a atuação do deputado Anderson neste encontro e reforçou o ensejo para que todos trabalhem por esta causa, finalizou.

ALE/RO - DECOM - Geovani Berno | Foto: Lusângela França
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário aqui: