Deputado Anderson do Singeperon - Sua voz no Parlamento

Cacique João Bravo agradece deputado Anderson pelo apoio a causa indígena

O sexagenário líder dos índios Cinta Larga visitou o escritório regional em Espigão d'Oeste

Por Assessoria de Comunicação Social dia em Notícias

Cacique João Bravo agradece deputado Anderson pelo apoio a causa indígena
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Na manhã desta terça-feira (27) o maior líder da etnia Cinta Larga, cacique João Bravo Cinta Larga, visitou o Escritório Regional Parlamentar do deputado Anderson do Singeperon (PV), em Espigão d'Oeste. A visita do líder sexagenário do povo Cinta Larga teve como objetivo agradecer ao deputado Anderson pelo seu pronunciamento em defesa das etnias indígenas em Rondônia.

João Bravo que nesta tarde estará embarcando para Brasília (DF), onde irá representar o povo Cinta Larga no encontro com ministros e o presidente da FUNAI para debater políticas públicas em favor dos povos da floresta, destacou a iniciativa do deputado. “Como representante do povo Cinta Larga quero agradecer o deputado que tem falado em favor dos parentes indígenas”, registrou.

O líder indígena aproveitou a visita ao escritório para buscar informações sobre a aquisição da ambulância que irá atender as comunidades da Terra Indígena do Roosevelt. “Hoje o povo Cinta Larga não tem boa saúde e precisa da ajuda das autoridades para socorrer os parentes nas aldeias”, explicou.

O cacique falou da tristeza de ver o seu povo abandonado pelo poder público (FUNAI). Em seu desabafo João Bravo citou que o "branco" tem ferramentas e equipamentos para produzir em suas terras e o governo ajuda com financiamentos e outros incentivos.

“Se o governo também ajudar o índio a produzir dando a ele as condições, o índio também vai poder pagar impostos como o homem branco”, justificou. No término da visita João Bravo fez o convite para que o deputado Anderson venha visitar a sua comunidade (Aldeia Tenente Marques) e possa ver a realidade em que vivem os índios Cinta Larga.

Fonte/Fotos: Luizinho Carvalho

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário aqui: