Deputado Anderson do Singeperon - Sua voz no Parlamento

Anderson do Singeperon recebe socioeducadores preocupados com criação da Fease

Projeto que propõe reforma administrativa da Sejus inclui desmembramento do Sistema Socioeducativo e criação de fundação

Por Assessoria de Comunicação Social dia em Notícias

Anderson do Singeperon recebe socioeducadores preocupados com criação da Fease
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Na tarde desta segunda-feira (6), o deputado Anderson do Singeperon (PV) atendeu uma comissão de agentes socioeducadores, que procuraram o parlamentar em busca de apoio quanto ao projeto do Executivo que prevê o desmembramento do Sistema Socioeducativo da Secretaria de Estado da Justiça (Sejus).

O projeto, além da reforma administrativa da Sejus, propõe a criação da Fundação Estadual de Atendimento Socioeducativo (Fease), que administrará os centros de atendimento a adolescentes infratores, principal preocupação dos socioeducadores. Segundo eles, questões como salários, estrutura, nomenclatura dos cargos, Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS), entre outros aspectos, não foram discutidos com a categoria.

Tirar o sistema socioeducativo do âmbito da área da segurança pública e transferir a responsabilidade para a Secretaria de Ações Sociais (Seas), também foi apontado como mudança de grande preocupação por parte dos socioeducadores.

O deputado informou que o projeto chegou à Assembleia Legislativa nesta segunda-feira e que teve acesso a pouco conteúdo do projeto. No entanto, ele assegurou que antes da matéria ser lida e apreciada na sessão de terça-feira (7), ele fará a leitura do projeto na íntegra e conversará com os demais deputados para evitar prejuízos à classe.

“Em reunião anterior com os dirigentes da Sejus, em relação ao projeto que prevê a criação da Fease, nos garantiram que os salários dos socioeducadores não seriam alterados e que o PCCS seria encaminhado à Assembleia, após a aprovação do projeto. Agora precisamos analisar outros detalhes do que realmente propõe essa mudança no sistema socioeducativo do nosso Estado, quais os benefícios e se a categoria sofrerá perdas”, ressaltou o deputado.

ALE/RO - DECOM - Juliana Martins | Foto: Lusângela França
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário aqui: