Deputado Anderson do Singeperon - Sua voz no Parlamento

Anderson do Singeperon critica decisão da Fease em fechar Unidade Socioeducativo de Rolim de Moura

O parlamentar registrou sua preocupação quanto ao que ele definiu como “ameaça velada”, anunciada pela Fundação Estadual de Atendimento Socioeducativo

Por Assessoria de Comunicação Social dia em Notícias

Anderson do Singeperon critica decisão da Fease em fechar Unidade Socioeducativo de Rolim de Moura
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

O deputado Anderson do Singeperon (Pros), na sessão desta terça-feira (4), registrou sua preocupação quanto ao que ele definiu como “ameaça velada”, anunciada pela Fundação Estadual de Atendimento Socioeducativo (Fease), para o possível fechamento da Unidade Socioeducativa de Rolim de Moura e da transferência dos internos para a unidade do município de Cacoal. 

De acordo com o parlamentar, a decisão teria sido tomada, após um parecer técnico assinado pela jornalista, cientista social e assessora da Fease, Celene Gomes de Souza e pelo matemático e assessor técnico da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico e Infraestrutura (Sedi), Ary Ferreira Lima Junior. 

Anderson do Singeperon disse ter considerado o parecer “frágil”, pois não teria levado em consideração ao alto índice de ressocialização atingido pela Unidade Socioeducativa de Rolim de Moura. 

O deputado afirmou que a Unidade Socioeducativa de Cacoal é complexa, não apresenta estrutura e os mesmos índices de ressocialização como a unidade de Rolim de Moura. Para o parlamentar, os critérios apresentados no parecer técnico da Fease não justificam a escolha de Cacoal como melhor opção para o 4º Polo de Regionalização do Sistema Socioeducativo de Rondônia. 

“Considero inadmissível retirar jovens que estão correspondendo de forma positiva à ressocialização para serem internados em uma unidade sem estrutura e cheia de complexidades”, declarou o deputado. 

Anderson informou que discutirá o parecer junto a presidência da Fease que deverá fundamentar os critérios, visando uma melhor decisão, “observando os interesses do Estado e o social”, concluiu o parlamentar. 

 

ALE/RO - DECOM - Juliana Martins
Foto: Ana Célia

 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário aqui: